sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Dicotomias

Quando deus
Fez-se odiado
Fez-se o diabo
E se expurgou
De si mesmo
Amedrontou

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Estranha alvorada




São cinco horas
O dia amanhece
De face fechada
Cinza e chuvoso
Mesmo assim,
Os pássaros cantam
Saúdam a nova luz que chega
Ou...
Estão apenas felizes?
Pelo matinal banho

domingo, 24 de fevereiro de 2008

confluências

Com F escreve FLA

Com F escreve FIGUEIRA

Com F escreve LÁ

CAMPEÃO

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Na madrugada

Bebi teu absinto
Amigo
Bebi a dor que sinto
Contigo
Bebemos juntos
Ressuscitados
Em bálsamo
Bem reservados
Teimosos
Reencontrando
O prazer perdido
Revigorados defuntos
Bem acordados

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Sobre a moda

O decote, no peito,
forma um V
pra não ver;
mas pra mostrar
esconde o suficiente
pra atiçar
realça sem alça
e assim...
alça a tentação
escondida
no vão
no não
do VER

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Ah! É Edmundo?



Edmundo fez seu mundo
Festivo
O mundo fez Edmundo
Querido
Mundo mundano
No dano
Pára o mundo
Do outro lado
Tinha o mudo
Estava Bruno
Sobre o centro
Centrado
Solitário

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Vaidade



O novo se fez de novo

Até ficar velho

Distante do espelho

domingo, 10 de fevereiro de 2008

CCC - Cartão Corporativo no C...



Parabéns ao cartunista que resume como o Governo vê o POVO.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Carnaval



Na fantasia solta


A carne EXCITADA

O delírio escolta