sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Parábola atual sobre Judas e Jesus


Por mais uma obra do diabo Judas Iscariotes foi devolvido à Terra, ressurgindo num país da América do Sul chamado Brasil e numa cidade chamada Brasília num tempo em que o povo era governado por um presidente, marcado pela falta de um dedo e por suas parábolas estapafúrdias, cuja alcunha era Lula. Judas, como nada mais sabia fazer a não ser vender seus iguais, logo se interessou por política e tornou-se Senador. Com sua astúcia, chegou ao cargo mais alto do Senado e, mesmo sendo de um partido diferente de Lula, foi eleito presidente do Legislativo.

Judas sabia das coisas e Lula sabia que Judas sabia e, por isso, o apoiou. No Senado, Judas ajudava Lula e Lula ajudava Judas, num acordo de mútua proteção. Tudo funcionava bem e as manobras da oposição para apurar as irregularidades dos dois presidentes (do Brasil e do Legislativo) eram varridas para baixo do tapete e logo desarticuladas até que Lula resolveu que já estava na hora de colocar mais um personagem nessa aliança.

Chamou Judas ao seu gabinete e apresentou Jesus. Nada está confirmado, mas pelos corredores do poder em Brasília corre o boato que Judas já tentou subornar Jesus com trinta moedas de ouro para eleger um candidato da oposição à Lula nas próximas eleições.

3 comentários:

Julia disse...

hm...não entendi

Anônimo disse...

Apesar da graça (e talvez da minha falta de informação) acho que ainda não apareceu um Jesus para nos salvar... Estamos precisando de alguém que nos salve de todas essas compras que circulam pela esfera do planalto...
E que tristeza ainda existyir algum btrasileiro que não ewntenda esta parábola.
Luiza.

Anônimo disse...

muito bommmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm