sexta-feira, 19 de maio de 2017

Cyber solidão


 
As redes sociais são frias
Vazias

Plenas na sua incipiência

 


Meros espelhos de sala de espelhos

Velhos
De um circo universal de horrores




As redes sociais são vazias

Na reprodução do óbvio

Na sensatez do insensato
No inexato
Dos horrores da sala de espelhos


As redes sociais são vadias
Espelhadas no aço

Frias
Dicotomicamente cheias

Individualmente,
Mas... vazias