sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Refeição XXI

Estou comendo poesia

Poesia crua

Versos de fast food

Poesia sem cozimento

Sem tempero

Sem coentro

Poesia só de momento

Que enche, mas não sustenta

Poesia que não re_inventa

Nenhum comentário: