quarta-feira, 28 de novembro de 2007

A mira do transigente

Tangi
Meu brado
Solitário
No prado
Não gregário

Alcei
Meu vôo
Unitário
Sem céu
Desnecessário

Vivi
Meu mundo
Imaginário
Inconseqüente
Humanitário

Morri
Vagabundo
Desnecessário
Feito gente
Solitário


R e s s u s c i t e i

No meu inventário

Um comentário:

Marcita disse...

Nossa, Chiko,

Este está contundente.....
Um beijo,
Márcia