sábado, 4 de agosto de 2007

Mea culpa do Silva

Se eu soubesse
Naquela hora
Senhora
Absoluta
Da solidão do botão
Teria tremido
Vacilado
E não premido
A aceitação
Do esquecido
Do não sei não
Se eu soubesse
Mas não sabia
Igual o escolhido
E, por ironia,
Porque não sabia
Sou absolvido
Mas,
Se eu soubesse...

Um comentário:

Saramar disse...

Perfeito esse jogo de palavras que mesmo antes do significado mostram a confusão. A deste momento que descre e a atual.
Pobre Silva, merece o perdão sim, por não saber.
E você, merece reverências pelo talento.

beijos