quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Um tiro na alegria

Deu na Folha de São Paulo

A guerra do tráfico no Rio de Janeiro quase acabou com a festa de Natal de cerca de 700 crianças de três favelas do complexo da Maré, na zona norte da cidade. Um helicóptero que levava o Papai Noel até a favela Baixada do Sapateiro, foi atingido por dois tiros. (...) A polícia atribui o taque à rivalidade entre traficantes que controlam a venda de drogas nas duas favelas. A ADA (Amigos dos Amigos), nota do blog: mui amigos, e o TCP (Terceiro Comando Puro), nota blog: alguma alusão ao produto?

Nota do blog: Sobre sua vida o Papai Noel carioca revelou: “Eu trabalho como palhaço. Só no final do ano atuo como Papai Noel.”

Matéria do caderno Cotidiano do dia 18 de dezembro, página C4.