sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Fim da poesia

Está resolvido

Vou à prostituição

Depois não me julguem

Por tal exposição

Já que gostam do explícito

Meu implícito sem ação

Se rende, se vende

Ao sabor da cotação

Pra entender, selecione tudo, copie para o Word e mude a fonte, a escolha é sua.

Nenhum comentário: