terça-feira, 29 de março de 2016

Entre o vazio cheio e o cheio de vazio

Submergiu na maré


Vazante

Sabendo que dá pé
Deixando o olhar

Vigilante

A espera da nova maré
Que vem com a lua

                                    Crescente

Para boiar à praia
Aquecendo-se ao sol
Insurgente

Nenhum comentário: