domingo, 27 de janeiro de 2008

Na dose certa

A felicidade é como a embriaguez

Não pode virar rotina

Se não ficamos doentes

Um comentário:

Ricardo Rayol disse...

essa é boa.. nunca conheci ninguem doente de felicidade