terça-feira, 1 de abril de 2008

Egomotricidade



Caí na esquina, sozinho
Tropeçando no cruzar dos caminhos
Levantei-me do outro lado
E eles sozinhos
Olhando torto um só caminho
Segui, em zigue-e-zague
Para ter a certeza
Que ele não me derrubaria

2 comentários:

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

" Só eu sei/As esquinas por que passei/Só eu sei..." Lembrei-me do nosso Djavan com as suas "ESQUINAS". Como tropeçamos nessa vida, meu Amigo! Mas, a própria VIDA nos obriga a prosseguir!!! Beijossssss, Van

Anônimo disse...

Boa Dindo :D